Saiu na Mídia

Menina que criou biblioteca em favela rebate prefeito do Rio de Janeiro

por Redação ilustração relógio 3 de março de 2020

Após culpar a população que mora em áreas de risco “para gastar menos com cocô e xixi” pelas consequências causadas pelas chuvas no Rio de Janeiro (RJ), o prefeito Marcelo Crivella foi alvo de críticas vindas de  uma menina de 12 anos.

Raíssa Luara de Oliveira, mais conhecida como Lua, montou uma biblioteca com mais de 10 mil livros  na Ladeira dos Tabajaras, em Copacabana, e não gostou do que ouviu. “Senhor Prefeito, eu convido o senhor a conhecer minha comunidade, Tabajaras/Cabritos. Fica em Copacabana, onde, com a ajuda da população, montei uma bibloteca comunitária. Eu, com 12 anos, fiz mais pela minha comunidade do que o senhor em todo o seu mandato”, escreveu ela no Facebook.


Leia a matéria original em Extra