Movimento estimula jovens a transformar seu entorno - PORVIR
Crédito Avirid / Fotolia.com

Inovações em Educação

Movimento estimula jovens a transformar seu entorno

Design for Change chega ao Brasil como Criativos da Escola para estreitar o vínculo de adolescentes com suas comunidades

por Fernanda Kalena ilustração relógio 25 de fevereiro de 2015

Um movimento global que busca estimular jovens a identificar e pensar em soluções inovadoras para problemas existentes em suas comunidades chegou hoje oficialmente ao Brasil. O Design for Change, que surgiu na Índia em 2006, já está presente em mais de 35 países e aqui recebe o nome de Criativos da Escola. “Sempre sentimos dificuldades com o nome em inglês, a palavra design não tem tradução literal e mais atrapalhava do que ajudava. Por isso decidimos destacar a criatividade, que é um dos pontos centrais do movimento”, explica Carolina Pasquali, coordenadora do projeto, que no Brasil é viabilizado pelo Instituto Alana.

Há dois anos o projeto estava sendo testado em escolas brasileiras públicas e particulares (leia aqui a experiência da escola municipal Padre José Pegoraro, no Grajaú, zona sul de SP) e, a partir de hoje, o material está disponível em português gratuitamente para quem se interessar no site do movimento.

A abordagem se baseia em quatro pilares centrais: empatia, protagonismo, trabalho em equipe e criatividade, acreditando que estes são os valores necessários para estimular nos jovens o sentimento de pertencimento e o vínculo com suas comunidades.

Por ser inspirada nos princípios do Design Thinking, incentiva a criação, interação e experimentação das soluções e é estruturada em quatro passos: sentir, imaginar, fazer e compartilhar. Na primeira etapa, o objetivo é incentivar os jovens a identificarem situações em seu entorno que os afetem e que gostariam de mudar. “É o momento de abrir um campo de escuta e de encorajar os alunos a expressar seus sentimentos”, reforça Pasquali.

Em seguida, é conduzido um processo de investigação sobre o tema escolhido, em que são observados diferentes pontos de vista sobre ele e imaginadas possíveis soluções. Depois disso, é hora de colocar a mão na massa, de construir um plano e um cronograma de execução. Por fim, depois de concluído, o projeto é divulgado para a escola, a família e a comunidade, para celebrar o esforço e a dedicação dos envolvidos e também inspirar outras pessoas a transformarem sua realidade.

Uma das grandes vantagens do material é que ele é muito flexível e adaptável. O professor pode usar o que achar interessante e da maneira que preferir

Exemplos de projetos já realizados podem ser encontrados por todo o mundo, como o de um mutirão para alfabetização adulta em um vilarejo indiano, onde estudantes ensinaram os próprios pais a ler e escrever. No México, alunos revitalizaram uma praça nos arredores de sua escola para poderem usá-la como espaço de recreação. Na Colômbia, estudantes incluíram na grade escolar um aula para aprenderem sobre a história de seus ancestrais. No Brasil, alunos filmaram um documentário para mostrar a beleza de seu bairro e recuperar o orgulho de seus moradores.

A diversidade do que pode ser feito é uma amostra da versatilidade da proposta. “Uma das grandes vantagens do material é que ele é muito flexível e adaptável. O professor pode usar o que achar interessante e da maneira que preferir”, reforça a coordenadora.

Desafio
Professores e educadores que experimentarem a abordagem com um grupo ou turma de jovens podem inscrever seus projetos em uma premiação que reconhecerá as melhores iniciativas de transformação da realidade realizadas por crianças e adolescentes de todo o Brasil.

Os prêmios oferecidos incluem uma viagem de 3 dias para São Paulo para uma vivência com oficinas inovadoras, uma celebração para toda a escola no valor de até R$ 2 mil (pode ser uma festa ou um passeio, por exemplo) e um curso de formação para o educador de até R$ 1 mil.

Para mais informações e o regulamento completo, acesse o site do Criativos da Escola.


TAGS

aprendizagem baseada em projetos, competências para o século 21, design

2
Deixe um comentário

avatar
500
2 Comentários ao conteúdo
0 Respostas a comentários
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
2 Autores
Luzia Caires Miranda MaiLuzia Caires Miranda Mai Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação
Luzia Caires Miranda Mai
Visitante
Luzia Caires Miranda Mai

Gostaria de obter mais informações

Luzia Caires Miranda Mai
Visitante
Luzia Caires Miranda Mai

Gostaria de obter mais informações