Prazo para participar da pesquisa Nossa Escola em (Re)Construção vai até 31 de julho - PORVIR
por Regiany Silva

Blog

Prazo para participar da pesquisa Nossa Escola em (Re)Construção vai até 31 de julho

Mais de 20 mil jovens já participaram da escuta que busca promover reflexão sobre como conectar a educação com a realidade do jovem do século 21

por Redação ilustração relógio 17 de junho de 2016

O prazo para responder à pesquisa Nossa Escola em (Re)Construção, que tem  objetivo de ouvir o que jovens pensam da escola e como gostariam que ela fosse, foi prorrogado até o dia 31 de julho. A escuta – promovida pelo Porvir, programa do Instituto Inspirare, em parceria com a Rede Conhecimento Social, realizadora da metodologia PerguntAção – foi lançada no dia 28 de abril e já teve a participação de mais de 20.000 jovens de 13 a 21 anos. Para ampliar ainda mais participação na consulta em todo o país, os alunos agora poderão responder ao questionário durante todo o mês de julho, quando muitos estarão em férias. Só é preciso reservar 20 minutos para responder às perguntas.

A pesquisa, disponível neste link, procura entender a percepção dos jovens em relação à escola atual e como eles acham que ela pode estimular mais o seu aprendizado, respeitar suas características individuais, ser inovadora e contribuir com a sua felicidade. A grade curricular, os conteúdos, as metodologias pedagógicas, os recursos usados para ensinar e aprender e o formato das salas de aula também são alvo do estudo. Além disso, a escuta quer saber se há espaço para participação do jovem nas decisões da escola e se eles de fato participam.

Redes de ensino, como a dos estados de Goiás e de São Paulo, já engajaram milhares de estudantes no processo de escuta e reflexão sobre a sua própria educação, e instituições privadas, como a Escola Sebrae de Belo Horizonte e o Sinepe/RS (Sindicato do Ensino Privado do Rio Grande do Sul) também estão incentivando seus alunos a participarem da Nossa Escola em (Re)Construção. AppProva, Bett Brasil Educar, Catraca Livre e Geekie também são parceiros de divulgação da pesquisa.

“Nosso objetivo é mobilizar jovens de todos os perfis, de todas as origens, de todas as condições socioconômicas e de todas as regiões do Brasil a refletir sobre suas experiências de aprendizagem e ajudar a construir uma escola mais conectada à realidade do jovem do século 21”, afirma Larissa Alves, mobilizadora social do Porvir.

Resultados

Os resultados quantitativos da mobilização e a análise das respostas serão divulgados em agosto deste ano. Além dos dados gerais da escuta no Brasil, também será possível analisar as respostas por escola ou organização social/coletivo de jovens com pelo menos 50 participantes.

Os planos oferecidos são os seguintes:

Mais de 50 respostas: relatórios contendo tabelas simples de resultados e banco de dados com as informações da instituição específica;

Mais de 150 respostas: relatórios contendo tabelas simples de resultados e cruzamentos com informações de perfil, gráficos e banco de dados, com as informações da instituição específica.

“A ideia é que o questionário também se torne uma ferramenta para que os professores e as escolas ouçam os seus alunos e promovam debates. Queremos contribuir para que mudanças concretas aconteçam em escolas de todo o Brasil a partir da escuta dos jovens”, explica Tatiana Klix, editora do Porvir.

As instituições que desejem receber resultados segmentados da pesquisa ou apoiar a divulgação e mobilização devem entrar em contato com o Porvir pelo email porvir@porvir.org ou pelo telefone  11 3813-7719 Ramal 19.


TAGS

pesquisas

1
Deixe um comentário

avatar
500
1 Comentários ao conteúdo
0 Respostas a comentários
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
1 Autores
Lucas Ransauer de Souza Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação
Lucas Ransauer de Souza
Visitante
Lucas Ransauer de Souza

Passem a 11C pfv?

X