Prêmio Professores do Brasil 2019 entra na reta final de inscrições - PORVIR
sorbetto/iStockphoto

Inovações em Educação

Prêmio Professores do Brasil 2019 entra na reta final de inscrições

Entenda as categorias, conheça as regras e veja dicas para enviar seu relato de prática pedagógica inovadora

por Redação ilustração relógio 24 de maio de 2019

A escola pública também é lugar de muitas práticas pedagógicas inovadoras. E elas merecem ser conhecidas e compartilhadas. Uma das maiores vitrines para que um projeto atinja novas escolas e beneficie mais alunos é o Prêmio Professores do Brasil, promovido pelo MEC (Ministério da Educação) com apoio de instituições parceiras. O prazo final para inscrições é 31 de maio.

Neste ano, serão premiados professores em seis categorias que vão da educação infantil ao ensino médio, além de outras cinco especiais: Esporte como Estratégia de Aprendizagem, Práticas Inovadoras de Educação Científica, Uso de Tecnologias de Informação e Comunicação no Processo de Inovação Educacional, Aprendizagem Criativa, Educação Empreendedora e Boas Práticas no Uso de Linguagens de Mídia para as Diferentes Áreas de Conhecimento no Ensino Fundamental e no Ensino Médio.

Categorias
Na categoria nacional, seis vencedores são premiados com R$ 8 mil, um troféu e uma viagem de estudo pelo país. Na regional são 30 vencedores, com R$ 5 mil para cada e a distribuição de medalhas. Os melhores projetos na categoria regional ganham certificados do MEC e medalhas.

Esporte como Estratégia de Aprendizagem: O Instituto Península, por meio do Impulsiona, reconhece atividades de professores de educação física que visam à melhoria da educação. Cada um dos cinco vencedores recebe um prêmio no valor de R$ 5 mil.

Uso de Tecnologias de Informação e Comunicação no Processo de Inovação Educacional: Apoiada pelo CIEB (Centro para a Inovação da Educação Brasileira), esta categoria premia três professores das séries iniciais do ensino fundamental, um professor das séries finais do ensino fundamental e um professor do ensino médio. Cada um deles vai receber R$ 5 mil.

Aprendizagem Criativa: valoriza práticas pedagógicas que incentivem a criatividade dos alunos por meio da criação de produtos tanto físicos quanto virtuais que lhes sejam pessoalmente significativos, com prioridade para as práticas pedagógicas que forem inclusivas e que incentivarem a colaboração, a exploração livre de ideias e materiais, e a reflexão sobre o processo de desenvolvimento dos projetos. A temática oferece premiação individual de R$ 5 mil doados pela Fundação Lemann em parceria com a Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa, para até três professores, dentre os inscritos nas categorias de ensino infantil, fundamental e médio. (Dúvidas? Escreva no tópico relacionado ao prêmio no Fórum da Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa)

Educação Empreendedora: serão reconhecidos até três professores do ensino fundamental e médio. Os vencedores vão participar de uma missão nacional para conhecer uma experiência inovadora de educação empreendedora.

Práticas no Uso de Linguagens de Mídia para as Diferentes Áreas de Conhecimento no Ensino Fundamental e no Ensino Médio: serão premiados até cinco professores de ensino fundamental e médio. A premiação distribui R$ 5 mil para cada um e também convida para participação da TV Escola “Professor Presente”.

Regras
Independente da categoria, a prática pedagógica inscrita precisa obedecer às seguintes regras:
– tenha sido realizada entre 2018 e 2019, ou que tenha resultados até o final do período de inscrições do prêmio;
– tenha sido ou esteja sendo exitosa no enfrentamento de situações-problema observadas no contexto onde trabalha;
– tenha como ser evidenciada e tenha resultados comprováveis;
– ainda não tenha sido publicada, em formato de relato, em outros meios impressos ou virtuais, pois serão desclassificados aqueles previamente publicados.

Dicas
No documento que reúne dicas para elaboração do relato que incluem orientações importantes como “Lembre-se  que os avaliadores não conhecem sua escola tampouco sua experiência; procure escrever com objetividade e clareza. Se for o caso, peça a um colega que leia seu texto   para   garantir   que   nele   constam   as   informações   mais   relevantes   para   a compreensão do contexto, da origem do trabalho e do que diagnosticou sobre a aprendizagem dos estudantes.

Calendário do prêmio
Até 31/5 — Inscrições e envio dos relatos (exclusivamente online)
27/8 —  Divulgação dos vencedores e destaques na etapa estadual
28/8 a 13/9 — Postagem do vídeo pelos vencedores na etapa estadual
15/10 — Divulgação dos trinta vencedores na etapa regional e de temáticas especiais
25 a 29/11 — Evento final de premiação (oficinas pedagógicas, gravação de entrevistas e sabatina com Comitê Nacional de Avaliação)
28/11 — Cerimônia de premiação, com revelação dos seis vencedores nacionais, um por categoria

Leia mais: Prêmios e competições de educação de 2019: veja regulamentos e prazos

* O Centro para Inovação da Educação Brasileira, o Instituto Península e a Rede Brasileira de Aprendizagem Criativa são apoiadores do Porvir


TAGS

aprendizagem baseada em projetos, aprendizagem criativa, educação infantil, empreendedorismo, ensino fundamental, ensino médio, prêmio, tecnologia

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação