Curso gratuito de audiovisual oferece vagas para professores | PORVIR
Crédito: SDI Productions / Getty

Inovações em Educação

Curso gratuito de audiovisual oferece vagas para professores da rede pública

Inscrições se encerram no dia 18 de maio. 100% online, o curso tem duração de 45 dias e é composto por aulas síncronas e assíncronas

por Redação ilustração relógio 18 de maio de 2022

Usar filmes em sala de aula é uma prática antiga. Escolher títulos diversificados que abordem as mais variadas temáticas é algo bastante comum na vida de muitos professores e professoras. 

Mas, e realizar uma obra audiovisual, já pensou? A área possui um grande potencial para engajamento e incentivo à criatividade nos estudantes. Com recursos tecnológicos cada vez mais presentes nos ambientes escolares, educadores e educadoras têm a chance de trabalhar a linguagem por uma perspectiva diferente, não somente oral. 

Ao Porvir, o cineasta Marcelo Masagão explicou melhor como  audiovisual e educação se encontram para apoiar professores a trabalhar os conteúdos de qualquer disciplina, seja ela de exatas ou humanas. 

“O audiovisual é uma atividade muito bem quista na escola porque reorganiza o mapa afetivo dentro da sala de aula. Primeiro porque os alunos têm mais poder que os professores, já que dessa linguagem dos botõezinhos eles entendem. E o professor deve levar isso ao seu favor. Aceitar essa ajuda. O aluno vai se sentir participante e poderoso ao poder dar informações ao professor”, comenta o cineasta.

Ao lado da também diretora de cinema Moira Toledo, ele coordena uma formação em audiovisual no site Minuto Escola voltada para docentes da rede pública. Online e gratuito, o curso recebe inscrições até hoje, 18 de maio. Para se inscrever, acesse aqui.

Cena do curso Minuto Escola - Marcelo Masagão
Curso Minuto Escola tem aulas síncronas e assíncronas em plataforma Moodle / Crédito: Reprodução

Um outro ponto que Masagão considera importante ao inserir o audiovisual dentro do contexto escolar é que as atividades podem envolver alunos de diversos perfis, tanto aqueles mais animados, quanto os mais tímidos. Estes podem ser roteiristas, câmeras e assumir posições de bastidores, enquanto os mais desinibidos podem partir para a atuação, por exemplo. “Cabe todo tipo de inteligência”, aponta.

A proposta do curso é formar 10 mil professores. Masagão acredita que os materiais que forem produzidos ao longo do curso podem – e devem – ganhar a cidade. “Com as demandas de alunos e professores, esses itens vão voltar para a escola em forma de material didático, expressando assim uma tendência do contemporâneo, que é a horizontalidade das relações, ou seja, material didático sendo produzido pelos próprios professores e alunos”, pontua.

Para ele, a discussão não passa por transformar professores e estudantes em cineastas, mas apresentar o valor e as potencialidades do universo audiovisual dentro de uma perspectiva de aprendizagem. 

Relacionadas

Como fazer um bom registro de práticas pedagógicas

ACESSAR

Ensine seus alunos a aprender com vídeos e em seu próprio ritmo

ACESSAR

8 dicas para montar apresentação de slides conectada aos estudantes

ACESSAR

Um outro ponto destacado por Marcelo é que há um certo mito de que trabalhar com audiovisual é apenas fazer filmagens, quando na verdade envolve muitos outros processos como roteirizar, dirigir, produzir entre outros. 

Em resumo, trata-se de uma oportunidade de explorar novas formas de desenvolver diálogos com a classe, ele afirma. Por muito tempo, o modelo clássico de aula envolvia apenas um aspecto oral. Ou seja, o professor fala por quarenta minutos, enquanto os alunos ouvem. A proposta aqui é trazer um aspecto mais mão na massa, em que tanto educadores, quanto alunos, possam desenvolver em conjunto um material que ofereça mais significado para a turma.

Detalhes do curso

O curso é 100% online e dura 45 dias. É composto por 6 horas de aulas assíncronas em formato de vídeo e encontros síncronos opcionais às segundas-feiras, sempre às 19 horas. Para aprovação, o aluno deverá visualizar no mínimo 75% das aulas assíncronas, fazer uma prova multi-teste com 75% de acertos, e fazer pelo menos 1 vídeo – 1 trabalho de animação ou 1 video-minuto que será publicado no site www.videonaescola.com.br.


TAGS

audiovisual, cursos, formação de professores, tecnologia

Cadastre-se para receber notificações
Tipo de notificação
guest
0 Comentários
Comentários dentro do conteúdo
Ver todos comentários
O QUE VOCÊ MELHORARIA NO PORVIR? Ajude a tornar nosso trabalho ainda mais relevante para você QUERO RESPONDER
0
É a sua vez de comentar!x
()
x
X