Bem-vindo (a) ao site do Porvir

Aqui, mapeamos, difundimos e promovemos a troca de práticas educacionais inovadoras

Boas inspirações!

Projeto Âncora (SP) - Foto: Patricia Dranoff

Inovações em Educação

MEC reconhece instituições educacionais inovadoras e criativas pelo país

178 instituições educacionais brasileiras foram reunidas em um Mapa da Inovação e Criatividade na Educação Básica

por Redação na Rua 4 de janeiro de 2016

Ana Luiza Basílio, do Centro de Referências em Educação Integral

O Ministério da Educação (MEC) reconheceu 178 instituições educacionais brasileiras, entre organizações não governamentais, escolas públicas e particulares, como exemplo de inovação e criatividade na educação básica. As informações estão condensadas no Mapa da Inovação e Criatividade na Educação Básica, lançado no dia 22 de dezembro, como resultado de um chamamento público realizado pelo ministério em setembro.

Na ocasião, o MEC abriu um edital no intuito de conhecer e identificar iniciativas inovadoras para saber em que medida elas poderiam apontar caminhos na melhoria da qualidade da educação brasileira. A avaliação das instituições, feita por grupos de trabalho regionais, levou em conta cinco dimensões, avaliadas de acordo com os critérios de inovação definidos: gestão, currículo, ambiente, método e articulação com outros agentes.

Representatividade
Dos nomes considerados, 138 instituições já trilham um longo caminho na prática da inovação e 40 estão caminhando nesse sentido, com vistas a garantir qualidade à educação oferecida. A ideia é que o Ministério faça um acompanhamento do desenvolvimento dessas instituições.

Captura de Tela 2016-01-04 às 17.38.55

Segundo dados do MEC, as instituições reconhecidas representam as cinco regiões do país. A maior parte delas são escolas (74%), entre as quais 52,5% são públicas e 47,5% particulares; os atendimentos compreendem a educação infantil, ensino fundamental, ensino médio e educação de jovens e adultos (EJA).

Em entrevista concedida a Fundação Santillana Brasil, Helena Singer, assessora especial do MEC, afirmou que o objetivo é fortalecer essas iniciativas a partir da articulação entre elas mesmas e com os agentes mais próximos, como universidades, secretarias de educação e de outras áreas, além de organizações não escolares.

O Centro de Referências já retratou em suas matérias algumas das escolas reconhecidas como inovadoras. Confira:

- Projeto Âncora (SP)
- Cieja Campo Limpo (SP)
- Emei Chácara Sonho Azul (SP)
- Emei Gabriel Prestes (SP)
- Emef Amorim Lima (SP)
- Emef Campos Salles (SP)
- Teia Multicultural (SP)
- Escola Comunitária Cirandas (RJ)
- Escola Municipal Professor Paulo Freire (MG)

Leia também as matérias que já foram publicadas no Porvir:

– Cieja Campo Limpo (SP)
– Colégio Viver (SP)
Emef Amorim Lima (SP)
Emei Guia Lopes (SP)
– Emef Presidente Campos Salles (SP)
– Escola Sesc de Ensino Médio (RJ)
Projeto Âncora (SP)

*Fazem parte do Redação na Rua os sites Catraca LivreCentro de Referências em Educação IntegralGuia de EmpregosPortal AprendizPorvir e VilaMundo.

TAGS

competências para o século 21, educação integral