Propostas para valorizar e qualificar os professores - PORVIR

Blog

Propostas para valorizar e qualificar os professores

Discussões realizadas durante a Série de Diálogos O Futuro se Aprende com Aloísio Mercadante trataram da carreira e da formação dos docentes da escola pública

por Redação ilustração relógio 26 de junho de 2012

O que pensa o Ministro da Educação, Aloizio Mercadante, sobre a valorização e a qualificação dos professores brasileiros, especialmente aqueles que atuam nas redes públicas de ensino? Esta semana, compartilhamos as discussões realizadas durante a Série de Diálogos O Futuro se Aprende que tratam da carreira e da formação dos docentes da escola pública.

Acompanhe, comente e envie suas propostas via nossas redes sociais, para que suas ideias também possam inspirar o Ministro da Educação e muitas outras pessoas capazes de contribuir para fortalecer o ensino público brasileiro.

O que disse o Ministro:

Ações:

– O MEC está distribuindo 45 mil bolsas para alunos de licenciatura.
– 312 mil professores estão fazendo a primeira ou a segunda graduação via Universidade Aberta.

 

crédito Fernando Sandoval


Intenções:

– Criar uma espécie de “Escolas sem Fronteiras”, um programa de bolsas de estudos para que professores possam fazer cursos de aperfeiçoamento e estagiar em escolas de referência, tanto públicas, quanto privadas. A iniciativa deve começar com professores alfabetizadores. “Se você permite que um professor do interior do Ceará conheça uma experiência em outro estado do Brasil ou até mesmo no exterior, você capacita e incentiva.”

– Promover uma prova nacional para certificar os professores e habilitá-los a atuar em diferentes municípios e estados. “Se fizermos uma prova nacional, talvez consigamos achar um professor que queira ir para o Maranhão, onde o governo do estado não consegue candidatos para ensinar disciplinas como matemática e física.”

– Aproximar o salário inicial do professor de escola pública do que é praticado pelo mercado. “É uma questão de competição. Os recém-formados não vão para a rede pública porque o salario é pior. Mas a equiparação tem que acontecer no médio prazo, pois as prefeituras e os estados não estão suportando os reajustes.”

– Fazer um concurso das melhores aulas do país e disponibilizá-las como referência para outros docentes. “Com esse instrumento, só não vai dar uma boa aula quem não quiser.”

– Promover uma grande discussão no país sobre o currículo de formação inicial do professor. “Na licenciatura, o professor sai com muita reflexão sobre Piaget, mas sabe pouco sobre a sala de aula. É preciso trazer a experiência da sala de aula para a universidade. A ideia da residência educacional é excelente.”

As propostas dos participantes:

 

“As regras para obtenção de licenciatura deviam ser flexibilizadas, de modo que profissionais já com bacharelado não precisassem fazer uma nova graduação para serem habilitados a dar aulas em escolas públicas. Enquanto isso, precisamos começar a pensar em um programa de monitoria para que os alunos de graduação atuem como monitores para alunos do ensino médio. Pode ser à distância, conectados à internet. Nós, das universidades, poderíamos criar programas em que nossos alunos pudessem atender alunos de escolas públicas em atividades extra-classe.”

Vera Solferini
Unicamp

 

 

“Precisamos ter um indicador para saber quantos professores faltam. Claro que os professores precisam ter uma certificação, mas quando temos cada vez menos gente interessada em ensinar, como pensar em alternativas sérias e responsáveis para atrair para as salas de aula pessoas que não pensariam inicialmente em ser professores? Precisamos repensar a questão legal para resolver esse problema no curto prazo.”

Maíra Pimentel
Ensina!

 

 

“Quando a gente se preocupa porque estão faltando engenheiros e médicos, também precisamos nos preocupar porque está faltando professor. Precisamos levantar os dados estatísticos sobre o déficit de professores e trazer gente boa para a carreira. Trabalhar a formação de novos professores e a formação continuada dos professores que estão na rede, para que eles sejam efetivamente multiplicadores da educação. A inovação é trabalhar para fortalecer a imagem e o valor do professor para que ele volte a ocupar o espaço que já teve um dia.”

Alice Damasceno
Instituto Península

 

 

“Temos que investir na carreira do professor. Significa dar condição de trabalho, remuneração, material pedagógico, cursos de aperfeiçoamento, ambiente de trabalho, salas com infraestrutura, número de alunos adequado. O trabalho e a melhoria são graduais e lentos, mas não podemos perder isso de foco: valorização e investimento na carreiro do professor e um bom ambiente de trabalho.”

Fábio Luiz Marinho Aidar
Colégio Santa Cruz

 

“Vamos criar eventos com professores e tecnologia para que eles se sintam donos dessas ferramentas. Se a gente criar o novo Khan Academy, vamos limitar a contribuição dos nossos professores. Ou a gente faz eles se sentirem parte disso, ou eles não vão aderir. Uma das nossas missões é fazer com que os próprios professores produzam videoaulas.”

Thiago Feijão
QMágico

 

“Mais do que uma proposta, essa tem que ser uma prioridade do país: melhorar tanto a formação dos professores que vão atuar nas escolas públicas, quanto as condições de trabalho, para que mais gente se interesse em dar aula, principalmente nas escolas públicas com mais dificuldades. Poderíamos ter programas mais fortes e efetivos para melhorar o ensino nas escolas com piores desempenhos.”

Fábio Takahashi
Folha de S. Paulo

 

“Por que a nossa presidente não cria um pacto nacional voltado à formação de professores como está criando em outras áreas?”

Maria Alice Setúbal
Cenpec e Fundação Tide Setúbal

 

 O que o Porvir já produziu sobre o tema:

Capacitação –  Harvard e Oportunidad
Incentivo à carreira – Ensina!
Videoaulas customizadas – TED-Ed
Materiais – Entrevista Gerard Kelly
Concurso – Educador nota 10
Concurso – Educador inovador
Entrevista – José Pacheco


TAGS

ensino médio, ensino superior, formação continuada, formação inicial, khan academy, mec, série de diálogos, videoaulas

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação