Professor conta como é a experiência de gravar aulas para a TV - PORVIR
Crédito:123sasha / iStockPhoto

Diário de Inovações

Professor conta como é a experiência de gravar aulas para a TV

Planejamento, tempo e linguagem são algumas das preocupações que fazem parte da rotina de um educador que produz aulas para transmissão

por Clebis Domingos dos Santos Sombra ilustração relógio 28 de abril de 2020

Sou professor de biologia, mas também já tive experiências no teatro e no rádio. Quando eu comecei a gravar aulas para o SEI (Sistema Educacional Interativo), que leva educação às comunidades de difícil acesso do Estado do Pará, pude me sentir em casa. Fiquei feliz em poder voltar para um lugar que eu gostava muito.

No Sistema Educacional Interativo, as aulas são gravadas e transmitidas para alcançar os alunos que não têm condições de chegar até a escola. São adolescentes de regiões periféricas que precisam percorrer longas distâncias e às vezes nem contam com opções de transporte.

Leia mais:
Professora conta como teve que se reinventar para aulas a distância no fundamental 1
Com ajuda de filtros e vídeos, professora trabalha alfabetização online no ensino fundamental
– Como aproximar as Competências Gerais da BNCC de currículos e práticas
– Baixe infográfico sobre as 10 Competências Gerais da BNCC

Com o fechamento das escolas durante a pandemia do coronavírus, o nosso trabalho passou a ser mais conhecido no Estado. As pessoas ainda não tinham muito contato com esse formato de educação. A gravação de aulas para a televisão é um processo desafiador que envolve uma preparação a longo, médio e curto prazo. Nós temos um planejamento anual, temos que elaborar nossos planos de aula todo bimestre e também temos a preparação da própria aula.

Na televisão, não dá para improvisar. Se você fizer isso, vai trazer problemas para toda a sua equipe. Diferente da sala de aula, além do planejamento, temos uma fase de revisão com a equipe de televisão. Verificamos se o material está adequado, conferimos as cartelas (telas de apresentação) e checamos o tamanho dos vídeos.

Temos pouco tempo para explicar temas complexos, então precisamos sempre rever a aula antes de gravar. Também precisamos tomar cuidado com a exposição, porque todo mundo está vendo a nossa aula. Nesse universo, procuramos sempre orientar o professor a evitar vícios de linguagem e não repetir muitas palavras, mas é preciso respeitar as limitações naturais de cada um.

Cada um tem uma forma de trabalhar. Eu, por exemplo, vim do teatro e já havia trabalhado como animador cultural, por isso, procuro fazer com que o aluno aprenda da forma mais descontraída possível. Uso uma série de recursos, como músicas e paródias para trabalhar os conteúdos. Já fizemos até a gravação de um cover dos Beatles para ensinar biologia.

Desde que começou a veiculação das aulas no período de distanciamento social, estamos recebendo mensagens de muitos alunos que estão estudando em casa. Eles mandam fotos e contam que estão gostando da aula. A educação é um instrumento de mobilidade social, então não podemos deixar ninguém para trás.


Clebis Domingos dos Santos Sombra

Licenciado em Ciências Naturais: Biologia pela Universidade Estadual do Maranhão (2004), com pós graduação em Metodologia do Ensino de Ciências Naturais: Biologia, possui Licenciatura em Física, pela Universidade Federal do Pará (2009); Licenciatura em Letras, Língua Portuguesa, pela Universidade Federal do Pará (2013), e Bacharelando em Direito, turma 2018 da ESMAC - Escola Superior Madre Celeste. Profissionalmente atua como professor AD-4 da Secretaria Executiva de Educação do Pará (SEDUC-Pa.), atuando como professor de Ciências e Biologia. Tem experiência em eventos, trabalhando cerca de nove anos como Assistentes de Atividades Sociais.

TAGS

coronavírus, tecnologia

1
Deixe um comentário

avatar
500
1 Comentários ao conteúdo
0 Respostas a comentários
1 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
1 Autores
Roberto Sambi Colotto Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação
Roberto Sambi Colotto
Visitante
Roberto Sambi Colotto

Obrigado pelo texto tão orientador, após 4 meses de pandemia posso atestar a significância dos itens abordados. Planejamento, edição e revisão.